Este artigo é meramente informativo e não apela a qualquer ação


Monges: receita e benefícios de suas ervas

A natureza é realmente extraordinária e o seu poder de cura não tem limites.

Há os que duvidam disso, mas certamente eles foram "condicionados" a acreditar apenas na medicina das grandes corporações farmacêuticas.

E também há os que por falta de informação caem nas garras da indústria da doença, que na verdade não quer a cura de ninguém, mas apenas faturar em cima do sofrimento das pessoas.

Entenda uma coisa: informação é um tesouro!

Mas algumas pessoas ainda não perceberam isso e continuam buscando os veículos tradicionais para se informar.

Esses veículos estão totalmente comprometidos com o sistema e nunca vão ensinar os caminhos das curas naturais, que não dão lucro e por isso não interessam à poderosa indústria farmacêutica.

Hoje você vai aprender mais uma cura da medicina popular.

Uma bebida que tem o incrível poder de curar artrite, artrose, dores nos joelhos, nas articulações e até a fibromialgia.

Um verdadeiro presente do Monges para todos nós.

Estamos falando do chá de uma planta conhecida como canela-de-velho.

Como fazer o chá:

Ingredientes

  • 1 litro de água
  • 15 folhas de canela-de-velho

Modo de preparo

Coloque a água para ferver.

Quando levantar fervura, coloque as folhas, deixe ferver por mais 30 segundos, desligue o fogo e tampe a panela.

Tome duas xícaras por dia, antes do almoço e antes do jantar.

O que sobrar do chá use para aplicar externamente na região afetada.

Um excelente chá para inflamação das articulações é a infusão de sálvia, alecrim e cavalinha, pois contém propriedades que reduzem infecções e inflamações que provocam dor nas articulações, ao mesmo tempo que fortalecem os ossos e equilibram os níveis hormonais.

Ingredientes

  • 12 folhas de sálvia
  • 6 ramos de alecrim
  • 6 folhas de cavalinha
  • 500 ml de água fervente

Modo de preparo

Juntar os ingredientes em uma panela e deixar repousar durante cerca de 10 minutos. Depois coar e beber 2 xícaras por dia até que a inflamação das articulações diminua.

O tempo mínimo de tratamento para se obter bons resultados é de 30 dias, podendo se estender por mais 60 dias.

Mas há casos em que a ação é muito rápida, isso vai depender do estágio de cada doença.

E, mesmo que os resultados sejam imediatos, o tratamento deve ser continuado pelo prazo mínimo de 30 dias.

É comum que a dor desapareça logo na primeira semana de tratamento e a pessoa, simplesmente, para de tomar o chá.

Isso é um grande erro, pois deixa o tratamento sem conclusão.

Em resumo, o chá deve ser tomado e aplicado na localidade afetada pelo tempo mínimo de 30 dias.

Author: Carl Chavez

Um profissional nutricionista, comida aditivos especialista, professor associado "da Universidade Nacional de Alimentação"

0 thoughts on “As monges estão tratando as articulações”

Leave a Reply

* - All fields are required.